Administração e Justiça

Um dos episódios que contribuiu para o nascimento deste blog foi a PRISÃO EQUIVOCADA DE UM INOCENTE POR 2,5 ANOS. Embora eu não tenha as estatísticas (alô leitores! se alguém tiver as estatísticas sobre injustiças e erros do sistema carcerário e judiciário ou souber onde encontrá-las favor contribuir) não se trata de caso isolado.

Achei que um blog que mostre como uma boa administração das instituições pode ajudar a melhorar a sociedade vale a pena. Por enquanto estamos vendo o show de horrores de uma administração perversa e criminosa perpetrado em nome de toda a sociedade.

Vejam a notícia que veio a público ontem e hoje. Em Abaetetuba, no Pará, UMA JOVEM FICOU PRESA POR 30 DIAS NUMA CELA COM 20 HOMENS, VIOLADA DIARIAMENTE SOB PENA DE FICAR SEM COMIDA... Estarrecedor!

Quantas coisas erradas precisam acontecer para que se chegue nestes resultados… e com esta freqüência… A única atitude cabível neste caso é que sejam tomadas todas as providências para que ISTO JAMAIS VOLTE A SE REPETIR!!

Mas não é o que se vê. Na CBN, hoje, o delegado justificava com o fato de que a menina, menor de idade, não informara a idade corretamente (no fundo o delegado quer culpar a menina pelo que ocorreu)… Na Folha: ” O delegado Celso Viana, de Abaetetuba, justificou o fato de ela ter ficado presa com outros detentos porque a delegacia da cidade tem apenas uma cela.”

Justificativas como estas equivalem a uma promessa de que estes absurdos voltarão a ocorrer.

Estas ocorrências não são meros acasos.. há método nesta loucura… voltaremos ao assunto!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: