Anti-economês: Capital HUMANO…

Não existe capital que não seja humano.

Dinheiros (e outras coisas) quando investidos para obter lucros, juros, dividendos, rendas, são capital ou capitais. Quando usados para o gasto do indivíduo, seja ele assalariado ou capitalista, não é capital. Nenhuma conotação ética ou moral. Apenas um esforço para colocar os pingos nos is e diminuir a confusão.

 

De uns tempos para cá a expressão Capital Humano aparece com cada vez maior freqüência. Sempre equivocada. Em geral, vem associada ao investimento que é feito com educação e treinamento. O indivíduo que investe em sua qualificação, mesmo que com a única intenção de aumentar seu rendimentos, não está “aumentando seu capital humano”. O indivíduo assalariado pode aumentar seus salários pela maior qualificação. [Pode também ser demitido. Há casos em que professores contratados como Mestres escondem o recém-conquistado grau de Doutor para não serem demitidos em virtude dos maiores salários que seus empregadores teoricamente deveriam pagar-lhes (“Tiro ao Doutor – A mira no professor universitário” de Anna Gicelle Garcia Alaniz  – mas isto é conversa para outro post].

O capitalista que estuda, pode utilizar melhor seu capitais para obter maiores rendimentos. Há casos de capitalistas altamente qualificados que foram à falência em grande estilo. [Por exemplo, o Fundo de Investimentos LTMC. Tinha entre seus sócios DOIS Prêmios Nobel e um ex-presidente do FED. Criado em 1994 com o capital de US$ 4 bi em 1998 foi à falência devendo por volta de US$ 200 bi, o que foi considerado uma ameaça sistêmica às finanças americanas e internacionais… Mas, isto, também, é para outro post]

O texto acima estava escrito quando recebi o seguinte texto que é um exemplo irado de anti-economês. Está no site do grande Le Monde Diplomatique em português.

A fraude do conceito de “capital humano”
Imposto pela novilíngua contemporânea que é o discurso neoliberal, o conceito pretende convencer os trabalhadores assalariados de que cada um deles possui um “capital”: sua própria pessoa.

E por aí vai…

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: