Futebol: Força da Paz

Sua Majestade, Pelé, o Rei do FutebolNum dos depoimentos mais emocionantes que assisti em minha adolescência, o Rei Pelé, contou o episódio em que os dois lados de uma guerra na África estabeleceram uma trégua para que O Santos Futebol Clube se apresentasse à população e aos integrantes dos doisMilitar joga futebol com menino no Iraque exércitos beligerantes. A título de moral da história, Sua Majestade exaltava a força do futebol como instrumento de paz. Hoje na Folha (de onde foi retirada a foto ao lado) leio que os militares estadounidenses redescobriram esta pólvora.

Qual o mistério? De onde vem este dom do futebol?

Minha explicação (que tem a mesma autoridade da de bilhões de conTERRAnêos): desde pequenos, grande parte dos terráqueos, convivemos com o desafiante e gratificante brinquedo da bola. Entendemos deste assunto. Respeitamos e amamos a nobreza daqueles que elevaram a brincadeira ao status de grande arte. O anseio pelo lúdico e infantil que há nesta atividade pode se sobrepor e canalizar os aspectos animalescos e assassinos presentes nos adultos para esta atividade. Afinal, o que diferencia os humanos do resto do mundo animal é, também, a capacidade de jogar futebol e marcar gols. É ou não é?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: