Archive for the ‘Aquecimento Global’ Category

Boa notícia na Austrália: “Luta contra o aquecimento global” vence as eleições

sábado, 24 novembro 2007

//www.foe.org.au/graphics/climate-justice/climate_just_kyoto.jpg)Nas eleições parlamentares da Austrália mais de 75% dos australianos apontam o aquecimento global como sua principal preocupação na hora de votar. Conforme a boa matéria de Sérgio Dávila, esta foi a principal razão para a derrota do primeiro-ministro. Apenas Bush e ele se recusaram a ratificar o Protocolo de Kyoto. A Austrália passa por uma seca avassaladora há pelo menos 3 anos. Após 12 anos de governo, mesmo com a economia apresentando bons números e o desemprego estar quase a zero, o primeiro-ministro conservador John Howard não conseguiu se reeleger no próprio distrito eleitoral.

Fundado em 1988, o IPCC (sigla para o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas) levou 19 anos para evidenciar de forma incontestável duas questões: (1) há um aquecimento global acontecendo e (2) a ação humana é a principal causa deste fenômeno. Com certeza a tomada de decisões que permitam enfrentar esta questão central para a sobrevivência da humanidade não pode levar outro tanto. O que aconteceu na Austrália foi uma boa notícia.

Anúncios

“Salvar o planeta”: quanto custa e quem paga a conta…

sexta-feira, 23 novembro 2007

De um artigo do jornalista Carlos Tautz, no blog do Noblat de hoje:

O problema sobre quem financia, em nível global, a adaptação dos países aos impactos provocados pelas inequívocas e inevitáveis mudanças do clima é um dos grandes segredos de polichinelo que se colocam para os países que irão a Bali, na Indonésia, no início de dezembro, onde se realizará a 13ª Conferência das Partes signatárias da Convenção do Clima, a COP 13.”

O fato de que se reconheça a existência de uma questão ecológica em geral e do problema do Aquecimento Global em particular foi um avanço que levou décadas para ocorrer. O equacionamento das soluções precisa avançar de modo bem mais rápido sob pena de ser tarde demais.

Como sempre: é mais barato prevenir do que remediar.

Juntamente com a questão de quem paga a conta feita no artigo acima referido é necessário definir os programas e projetos que devem ser priorizados.

Administrar bem  é  definir adequadamente as prioridades.

O que é melhor: prevenir ou remediar ?

sábado, 17 novembro 2007

Num relatório publicado recentemente a Agência Internacional de Energia desenvolve diferentes cenários associando crescimento econômico e consumo de energia. Num cenário dos mais benignos as emissões de dióxido de carbono (considerada uma das principais causas do aquecimento global) SE ESTABILIZARIAM APENAS EM 2025, em níveis 30% superiores aos de 2005.

Hoje os países desenvolvidos, EUA à frente são os principais poluidores. Estima-se que a  maior parte do aumento previsto na emissão de gases que provocam o efeito estufa terá origem em países em desenvolvimento, começando por China e India.

Quem é o responsável ?!!

sábado, 17 novembro 2007

Num evento de alto nível da Conferência da ONU sobre as Mudanças Climáticas do Planeta, no final de setembro o secretário-geral afirmou que se avançou no entendimento de que:

  1. A temperatura do Planeta Terra está aumentando.
  2. Isto se deve, em grande, medida à ação humana.

Deve ser publicada uma síntese do painel terminado em 16/11 como parte das reuniões preparatórias para a Conferência de Bali a ser iniciada em 3/12.

E não adianta gritar: “Parem o planeta que eu quero descer !”

É por isto que eu pergunto: “Quem é o responsável por resolver este problema?!!”

E respondo: “O responsável sou eu, é você, somos todos nós!!”