Archive for the ‘Tecnologia’ Category

Meu primeiro encontro com a prática de Ciência e Tecnologia

domingo, 23 dezembro 2007

Em agosto de 1976 fui contratado para trabalhar no IPT (Instituto de PesCampus do IPTqCampus do IPTCampus do IPTuisas Tecnológicas do Estado de São Paulo). Logo no início, meu chefe, o Dr. Luiz Harold Dirickson ciceroneou-me pelo enorme campus da Instituição (na imagem aí ao lado), apresentando-me pessoas e lugares. Ao chegarmos ao prédio que abrigava a Divisão de Engenharia Mecânica e o Laboratório de Metrologia paramos na frente de uma parede branca no meio da qual havia uma porta de um cofre. Nem em filme eu lembrava de havCampus do IPTCampus do IPTer visto uma porta de cofre daquele tamanho. Também, me surpreendeu encontrar um cofre no meio de uma Divisão Técnica. Que valores haveriam ali que precisassem de um cofre para a sua guarda? A porta estava destrancada e por ela entramos em um ambiente refrigerado de cerca de 30 m2. À direita uma porta estreita. Por ela penetramos numa sala pequena. A um lado, prateleiras com diversos objetos. O Dr. Dirickson pegou uma caixa azul estreita e comprida. Abrindo-a com cuidado e reverência mostrou-me o conteúdo. Lá dentro, encaixada no que me pareceu um berço de veludo, repousava uma barra metálica levemente dourada, estreita e longa. Disse-me: ”Este aqui, Roberto, é O metro. Feito a partir de uma réplica do metro original que se encontra em Paris.” metro-padrao de ParisNa prateleira, os objetos vizinhos eram padrões de quilo e outras unidades de pesos e medidas. Foi uma revelação. O que pode haver de mais precioso – num instituto dedicado a pesquisa científica e tecnológica – que um padrão de medida confiável ? Em minha mente jorraram questões que nunca antes me haviam sido colocadas: o que era, de fato, UM metro (veja a resposta aqui em inglês ou aqui em português) ? Quer dizer que para fins práticos havia em Paris uma barra de metal que era O metro e a partir da qual se confeccionavam e aferiam sucessivamente as demais ? E, que, portanto, havia a possibilidade de diferenças nas medições dependendo do como, do quê e para quê fossem feitas as medidas? Era o mundo da tecnologia e da ciência prática que se abria.

Anúncios